As ações coletivas sob a forma de cooperativas e a relevância na cadeia produtiva da soja no Paraná

Lediany Freitas de Campos, Sandra Mara Stocker Lago

Resumo


O objetivo deste estudo é discutir a influência das ações coletivas, com foco nas cooperativas, sobre a cadeia produtiva da soja paranaense. Pode-se observar que os produtores rurais se organizam em razão de seus interesses em comum, à medida que sabem que não teriam êxito ao agirem individualmente. As ações são realizadas por grupos latentes, com incentivos de caráter econômico, e há forte influência do ambiente institucional. A cooperação resulta em benefícios coletivos a todos os envolvidos, além de gerar externalidades positivas à montante e à jusante. As cooperativas têm tido intensa influência sobre a cadeia produtiva da soja no Estado do Paraná, sendo responsáveis por uma parcela significativa da produção, processamento e distribuição. Por meio das cooperativas, o Estado tem mantido a segunda posição a nível nacional em relação à produção da soja, com vantagem comparativa revelada, tem obtido melhoras na produtividade e conquista de mercados externos.


Palavras-chave


Ações coletivas; Cooperativas agroindustriais; Cadeia produtiva da soja

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2016v4n2p61

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br