A competitividade internacional do tabaco do sul do Brasil: 1997-2014

Ricardo Candéa Sá Barreto, João Maurício Silva Novais

Resumo


 

O objetivo do estudo é analisar a inserção do tabaco sulista no comércio internacional. Para tanto, foram utilizados dados do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior via Internet (ALICE-Web), da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) nos anos de 1997 a 2014. Adicionalmente, foram construídos os índices de vantagens relativas e de competitividade revelada para observar o comportamento da produção do estado no comércio internacional. Os resultados mostram que a região sul apresenta ligeira vantagem relativa nas exportações de tabaco ao longo dos anos considerados. A competitividade revelada mostrou-se positiva, porém, apresenta vantagem de maior magnitude a partir de 2005.

 


Palavras-chave


Vantagens comparativas; Competitividade; Tabaco; Sul do Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2016v4n1p121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br