Impacto econômico de curto prazo da Universidade Estadual de Londrina

José Tarocco Filho, Umberto Antonio Sesso FIlho, Emerson Zuan Guzzi Esteves, Ricardo Kureski

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar o impacto econômico de curto prazo da Universidade Estadual de Londrina e seus impactos locais e inter-regionais no ano de 2006, com relação a emprego e renda. Através da análise de insumo-produto, foi calculado os multiplicadores emprego e remunerações, geração de emprego e renda e os índices de ligação para trás e para frente. Através dos resultados verificou que a Educação Pública emprega 6,19% do pessoal ocupado e é responsável por 12,27% das remunerações geradas no município. A Educação Pública se destacou na geração de emprego em Londrina, que junto com os setores de Educação Mercantil e Serviços (13), foi o quarto maior indicador, ficando atrás dos setores: Administração Pública, Comércio e Indústria Diversas e Mobiliários. Já seu multiplicador de emprego é de 1,25, no qual multiplicado pelo total de funcionários da UEL (5.353) geraria um total de 1339 empregos, e sua capacidade de gerar remunerações por efeito direto no município é a terceira maior com R$ 368.153 milhões.


Palavras-chave


ensino superior, insumo-produto, desenvolvimento regional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2014v2n1p83

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br