Crianças trabalhadoras e as condições de sua inserção no mercado de trabalho no Paraná

Mariusha Rinaldi Navarro, Solange de Cássia Inforzato de Souza, Adriana Evarini

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar o perfil das crianças trabalhadoras e as condições de sua inserção no mercado de trabalho no Paraná nos anos 2002 e 2009, a partir dos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Os resultados mostraram que as crianças ocupadas são do sexo masculino, brancas, alfabetizadas e moradoras da área urbana. A prática dos afazeres domésticos é comum, a escolaridade da mãe é baixa e sua ausência nos domicílios cresceu. Elas começam a trabalhar ao redor dos 10 anos de idade e o rendimento mensal do trabalho e a renda domiciliar per capita são baixos.


Palavras-chave


Crianças trabalhadoras. Mercado de trabalho. Paraná.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2013v1n1p48

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia & Região

email: rer@uel.br

E-ISSN: 2317-627X