Scripts juvenis delineados em imagens digitais: consumo, relações de gênero e sociabilidades

Ana Carolina Sampaio Zdradek, Dinah Quesada Beck

Resumo


O presente trabalho é parte de uma pesquisa de mestrado na qual foi discutida e problematizada a construção das juventudes contemporâneas. O aporte teórico está inscrito no campo dos Estudos de Gênero e dos Estudos Culturais pós-estruturalistas. A partir do movimento metodológico da netnografia entendeu-se a linguagem como processo central nas cenas publicitárias da campanha “Fanta – Leva na boa”. O estudo coloca em tensionamento o modo como se movimentam normas, definições e compreensões a partir da construção de uma identidade descolada e alto astral produzida pela Fanta. A participação ativa de jovens nas redes sociais se mostrou a principal estratégia para efetivação do consumo e nesse cenário diferentes roteiros foram construídos para vivências jovens, os quais acionam efeitos de sentido sobre comunicação digital, gênero e relações sociais.


Palavras-chave


Juventudes; Estudos de Gênero; Estudos Culturais.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Trad. Carlos Roberto Mdereiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BELLO, Alexandre Toaldo. Pecuária do amor: relações afetivo-sexuais das jovens em uma escola da periferia de Porto Alegre. 143f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

BORTOLAZZO, Sandro Faccin. A geração digital como identidade cultural na contemporaneidade. In: X Anped Sul. Florianópolis, 2014. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2016.

CAMOZZATO, Viviane Castro. Pedagogias do presente. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 39, n. 2, p. 573-593, abr./jun. 2014.

COSTA, Marisa Vorraber. Currículo e política cultural. In: COSTA, Marisa Vorraber (Org.). O currículo nos limiares do contemporâneo. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

COSTA, Marisa Vorraber. O consumismo na sociedade de consumidores. In: COSTA, Marisa Vorraber (Org). A educação na cultura da mídia e do consumo. Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.

DAYRELL, Juarez. O jovem como sujeito social. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 24, p.40-53, set./dez. 2003.

FELIPE, Jane; FERREIRA, Suyan. Literatura infantil e relações de gênero: o tema do amor romântico. Textura, n. 24, p. 37-51, jul./dez. 2011.

FELIPE, Jane; FERREIRA, Suyan. Do amor (ou de como glamourizar a vida): apontamentos em torno de uma educação para a sexualidade. In: RIBEIRO, Paula (Org.). Corpo, gênero, sexualidade: discutindo práticas educativas. Rio Grande: Ed. da FURG, 2007.

FELIPE, Jane; FERREIRA, Suyan. Gênero, sexualidade e a produção de pesquisas no campo da educação: possibilidades, limites e a formulação de políticas públicas. ProPosições, v. 18, n. 2 (53), maio/ago. 2007.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Trabalhar com Foucault: arqueologia de uma paixão. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Mídia e educação: em cena, modos de existência jovem. Educar, Curitiba, n. 26, p. 17-38, 2005.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Trad. Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2003.

GAGNON, John. H. Les uses explicites et implicites de la perspective des scripts dans les recherches sur la sexualité. Actes de la Recherche em Scienes Sociales, n. 128, p. 73-79, jun. 1999.

GUIZZO, Bianca Salazar; FELIPE, Jane. Rompendo com os scripts de gênero e de sexualidade na infância. In: SARAIVA, Karla; GUIZZO, Bianca (Org.). Educação em um mundo em tensão: insurgências, transgressões, sujeições. Canoas/RS: Ed. da Ulbra, 2017.

HALL, Stuart. Da diáspora. Identidades e Mediações Culturais. Belo Horizonte: Humanitas, 2006.

KEHL, Maria Rita. A juventude como sintoma da cultura. In: NOVAES, Regina; VANNUCHI, Paulo (Orgs). Juventude e Sociedade: Trabalho, Educação, Cultura e Participação. São Paulo, Perseu Abramo, 2007.

KLEIN, Naomi. Sem logo: a tirania das marcas em um planeta vendido. Rio de Janeiro: Record, 2002. LARROSA, Jorge. Tecnologias do Eu e a Educação. In: SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.

LAZZARATO, Maurizio. As revoluções do capitalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

LOPONTE, Luciana Grupelli. Arte e metáforas contemporâneas para pensar a infância e a educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 13, n. 37, 2007.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero e sexualidade: pedagogias contemporâneas. Pro-posições, v. 19, n.2 (56), maio/ago. 2008.

MUTZ, Andresa Silva da Costa. A constituição do sujeito contemporâneo do consumo – aprender a comprar bem, para comprar sempre. 219f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Programa de PósGraduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

PAIVA, Vera. Analisando cenas e sexualidades: a promoção da saúde na perspectiva dos direitos humanos. In: CÁCERES, Careaga; FRASCA, Pecheny (Org.). Sexualidad, estigma y derechos humanos. Desafíos para el acceso a la salud en América Latina. Lima: FASPA/UPCH, 2006.

PETERS, Michael. Pós-estruturalismo e filosofia da diferença. Trad. Tomaz Tadeu da Silva. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

SALES, Shirley Rezende. Etnografia+netnografia+análise do discurso: articulações metodológicas para pesquisar em Educação. In: PARAÍSO, Marlucy Alves; MEYER, Dagmar Estermann (Orgs). Metodologias de Pesquisas Pós-Críticas em Educação. Belo Horizonte: Mazza, 2014.

PARAÍSO, Marlucy Alves (Orgs). Metodologias de Pesquisas Pós-Críticas em Educação. Belo Horizonte: Mazza, 2014.

SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.

SIMON, William; GAGNON; John H. Sexual Conduct. The social sources of human sexuality. London: Hutchinson & Co. Ltd., 1976.

TAPSCOTT, Don. A hora da geração digital: como os jovens que cresceram usando a internet estão mudando tudo, das empresas aos governos. Rio de Janeiro: Agir Negócios, 2010.

TORNQUIS, Andressa. Contribuições dos Estudos Culturais aos estudos de linguagem, tecnologia e mídia. Signo, Santa Cruz do Sul, v. 36, n. 61, p. 222- 234, p. 2011.

VEYNE, Paul. Foucault: seu pensamento, sua pessoa. Marcelo Jacques Morais (Trad). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

WIEDERMAN, Michael W. Sexual Script Theory: Past, Present and Future. In: DELAMATER, John; PLANTE, Rebecca F. (Org.) Handbook of the Sociology of Sexualities. New York: University of Wiscosin-Madison, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2017v11n20p200

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126