Incursões fantasiosas: o modernismo primitivista na arte de Willy Zumblick, 1973

Murilo de Sousa Rosa

Resumo


O artista plástico Willy Zumblick foi agraciado pela mídia catarinense, durante a segunda metade do século XX, por contemplar em suas pinturas a diversidade cultural e alguns episódios da história do seu Estado. Suas biografias tratam também dos estilos trabalhados pelo pintor; porém, oferecem poucas referências quanto às circunstâncias que influenciaram suas escolhas. Faz parte do conjunto artístico de Zumblick telas tanto do viés acadêmico quanto modernista. Entretanto, uma coleção de pouco mais de cem quadros chama a atenção por ter sido pintada em estilo modernista primitivista. Devido à escassez de informações sobre este conjunto, o artigo tem por objetivo compreender as circunstâncias que contribuíram para a produção das telas primitivistas de Willy Zumblick do ano de 1973. Esse texto foi desenvolvido com base em uma pesquisa e análise sobre as bibliografias do artista, artigos de jornais e imagens de seus quadros.


Palavras-chave


Willy Zumblick; Arte; Acadêmico; Modernista; Primitivismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2016v10n19p189

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126