Deslocamentos de narrativas visuais: o arquivo fotográfico de Mário de Andrade como construtor do processo conceitual da exposição ID: retratos contemporâneos

Elly Rozo Ferrari

Resumo


Este artigo pretende apresentar o processo de idealização da exposição ID: retratos contemporâneos, tendo como proposta conceitual o diálogo entre as fotografias feitas por Mário de Andrade nos anos 20 e os retratos fotográficos na contemporaneidade, discutindo as relações de produção dessas imagens e memória.


Palavras-chave


Fotografia; Exposição; Arquivo-educação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2016v10n19p76

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126