O duplo poder da imagem religiosa: uma virgem equatoriana em Manhattan

Francesco Alberto Romizi

Resumo


A partir de 2004, um pequeno grupo de equatorianos reúne-se regularmente em Saint Veronica, uma igreja do West Village de Manhattan. A razão principal é a presença, ali, de uma imagem lígnea da devoção mariana mais venerada no norte do Equador. Este texto pretende analisar a natureza do “encantamento” que esta imagem exerce sobre os seus devotos; convocando-os de bairros distantes e de outras cidades da região metropolitana nova-iorquina. Em particular, se tentará demostrar como o poder simbólico, da imagem religiosa deriva de duas propriedades dela: a de representar a história mítica e as categorias culturais que esta veicula; a de re-presentar – isto é, de fazer novamente presente – a entidade mítica nas histórias dos seus devotos. Uma imagem dotada de estas duas propriedades pode ser usada, pelos que a veneram, para produzir sentido.

Palavras-chave


Imagem; Símbolo; Religião.

Texto completo:

PDF

Referências


AMBROSINI, Maurizio. Participacio?n religiosa e integracio?n de los inmigrantes: una reflexio?n entre Ame?rica y Europa, entre historia y actualidad. Migraciones. Madrid: Instituto Universitario de Estudios sobre Migraciones, n. 23, p. 11-44, 2008.

ARES MATEOS, Alberto. Iglesia como espacio transnacional. La religiosidad popular que viaja de Ecuador a Espan?a: la devocio?n a la Virgen del Quinche. Servicio Jesuita a Migrantes, 2010.

BALLBE? I BOADA, Miquel. Las Vi?rgenes negras y morenas en Espan?a. Barcelona: o autor, 1998.

DOUGLAS, Mary. Pureza e Perigo: ensaio sobre a noção de poluição e tabu. Lisboa: Edições 70, 1991.

DUCH, Lluís. Antropologia de la religio?. Barcelona: Publicacions de l'Abadia de Montserrat, 1997.

DURKHEIM, E?mile. As formas elementares da vida religiosa: o sistema totêmico na Austrália. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

ELIADE, Mircea. Mito do eterno retorno. São Paulo: Mercuryo, 1992.

EVANS-PRITCHARD, Edward Evan. Bruxaria, oráculos e magia entre os Azande. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

FRAZER, James George. O ramo de ouro. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GELL, Alfred. Art and Agency: An Anthropological Theory. Oxford: Oxford University Press, 1998.

LATOUR, Bruno. “Não congelarás a imagem”, ou: como não desatender o debate ciência-religião. Mana. 10(2), p. 349-376, 2004.

LEÓN, Luis. El Quinche, Antena del Cielo. In: Nuestra Sen?ora de la Presentacio?n del Quinche. Comisio?n Litu?rgica del Santuario, 1988.

LÉVI-STRAUSS, Claude. O pensamento selvagem. Campinas: Papirus, 2008.

MARETT, Robert Ranulph. The Thresold of Religion. Londres: Methuen & Co, 1909.

MORPHY, Howard. The anthropology of art. In: INGOLD, Tim (Ed.). Companion Encyclopedia of Anthropology. Nova Iorque: Routledge, 2002, p. 648-685.

OTTO, Rudolf. O sagrado: os aspectos irracionais na noção do divino e sua relação com o racional. Petrópolis: Vozes, 2007.

ROMIZI, Francesco. El Dios en la maleta. Tarragona: Publicacions URV, 2014.

SAHLINS, Marshall. Ilhas de História. Rio de Janeiro: Zahar, 1990.

SALAZAR MEDINA, Richard. El Santuario de la Virgen del Quinche: peregrinacio?n en un espacio sagrado milenario. Quito: Abya-Yala, 2000.

The Catholic Church in the United States of America: Undertaken to Celebrate the Golden Jubilee of His Holiness, Pope Pius X. Nova Iorque: The Catholic Editing Company, Vol. III, 1914.

TURNER, Victor. From Ritual to Theatre: The Human Seriousness of Play. Nova Iorque: PAJ Publications, 1982.

TURNER, Victor e TURNER, Edith. Image and Pilgrimage in Christian Culture. Nova Iorque: Columbia University Press, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2016v10n18p139

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem@uel.br
E-ISSN: 2237-9126