Em busca dos monges históricos: fontes e historiografia

Alexandre Karsburg

Resumo


Desde há mais de um século hipóteses vêm sendo apresentadas por pesquisadores brasileiros para esclarecer o que aconteceu aos monges João Maria de Agostini e João Maria de Jesus depois de suas passagens pelo sul do Brasil, entre meados do século XIX e início do XX. A rota percorrida, os caminhos tomados e os locais habitados eram imprecisos, assim como onde, quando e como morreram. Os motivos para as dúvidas eram atribuídos à falta de documentos confiáveis. Este artigo, portanto, pretende apresentar pistas que podem ser seguidas, não somente documentais, mas, também, historiográficas, e que podem indicar novos rumos para desvendar os indivíduos que se acobertaram sob a fama de “monges milagrosos”.

Palavras-chave


Monge João Maria; Guerra do Contestado; Historiografia.

Texto completo:

PDF

Referências


AURAS, Marli. Guerra do Contestado: a organização da irmandade cabocla. 2ª ed. Florianópolis: Editora da UFSC, 1995.

BELÉM, João. História do município de Santa Maria – 1797-1933. 3ª Ed. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2000 (1ª Ed. de 1933).

BELTRÃO, Romeu. Cronologia histórica de Santa Maria e do extinto município de São Martinho: 1787 – 1930. 2ª Ed. Canoas: La Salle, 1979 (1ª Ed. de 1958).

CABRAL, Oswaldo R. João Maria: interpretação da Campanha do Contestado. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1960.

CHÂTELIER, Louis. A Religião dos pobres: as missões rurais na Europa e a formação do catolicismo moderno. Séc. XVI - XIX. Lisboa: Editorial Estampa, 1995.

DELUMEAU, Jean. O Pecado e o Medo: A culpabilização no Ocidente (séculos 13-18). 2 volumes. Tradução de Álvaro Lorencini. Bauru; São Paulo: EDUSC, 2003.

DERENGOSKI, Paulo Ramos. O desmoronamento do mundo jagunço. Florianópolis: Fundação Catarinense de Cultura, 1986.

DOURADO, Ângelo. Voluntários do Martírio: narrativa da Revolução de 1893. Porto Alegre: Martins Livreiro Editor, 1977 (fac-símile da edição de 1896).

ESPIG, Márcia Janete. A presença da gesta carolíngia no movimento do Contestado. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2006.

ESPIG, Márcia Janete; MACHADO, Paulo Pinheiro (Orgs.). A Guerra Santa revisitada: novos estudos sobre o movimento do Contestado. Florianópolis: Editora da UFSC, 2008.

FACHEL, José Fraga. Monge João Maria: recusa dos excluídos. Porto Alegre; Florianópolis, Editora da UFRGS; Editora da UFSC, 1995.

FILATOW, Fabian. Do sagrado à heresia: o caso dos monges barbudos (1935-1938). Dissertação de Mestrado em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002.

FORTES, João Borges. Santa Maria da Boca do Monte, cidade e município. In: AZAMBUJA, Graciano A. de. Anuário Rio Grandense. Porto Alegre: Krahe & Cia, p. 155-162, 1902.

GAJANO, Sofia Besch. Santidade. In: LE GOFF, Jacques; SCHMITT, Jean-Claude (Orgs.). Dicionário Temático do Ocidente Medieval. Vol. II. Tradução do verbete: Eliana Magnani, Bauru, SP: EDUSC, 2006, p. 449-463.

GALLO, Ivone Cecília D’Avila. O Contestado: o sonho do milênio igualitário. Campinas, São Paulo: Editora da UNICAMP, 1999.

GAY, PE. João Pedro. História da República Jesuítica do Paraguai, desde o descobrimento do Rio da Prata até os nossos dias, ano de 1861. RIHGB, Tomo 26, 1863 (Disponível em: http://www.ihgb.org.br/rihgb.php?s=19).

GÉLIS, Jacques. O Corpo, a Igreja e o Sagrado. In: CORBIN, Alain; COURTINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do Corpo. Vol. 1 - Da Renascença às Luzes. Trad. Lúcia M. E. Orth. Revisão de tradução Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008, pp. 19-130.

GINZBURG, Carlo. O Queijo e os vermes: o cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

GOES, César Hamilton Brito. Nos caminhos do Santo Monge: religião, sociabilidade e lutas sociais no sul do Brasil. Tese de doutorado em Sociologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

GORNISKI, A. Monges: Vidas, milagres, histórias, lendas. 4ª ed. Lapa, PR: Nossa Senhora Aparecida, 2005.

HOORNAERT, Eduardo. Formação do catolicismo brasileiro 1550-1800. Ensaio de interpretação a partir dos oprimidos. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 1974.

KARSBURG, Alexandre de Oliveira. O Eremita do Novo Mundo: a trajetória de um peregrino italiano na América do século XIX (1838-1869). Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio de Janeiro – PPGHIS, 2012.

KARSBURG, Alexandre de Oliveira. O Eremita das Américas: a odisseia de um peregrino italiano no século XIX. Santa Maria: Editora da UFSM, 2014.

LACARRIÈRE, Jacques. Padres do Deserto: homens embriagados de Deus. 2 ed. Tradução Marcos Bagno. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

LE GOFF, Jacques. As ordens mendicantes. In: BERLIOZ, Jacques (Org.). Monges e religiosos na Idade Média. Lisboa, Portugal: Terramar, 1994, pp. 227-241.

LEVI, Giovanni. A Herança Imaterial: a trajetória de um exorcista no Piemonte no século XVII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

MACHADO, Paulo Pinheiro. Lideranças do Contestado. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2004.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Representações da cura no catolicismo popular. In: ALVES, Paulo César; MINAYO, Maria Cecília de Souza (Orgs.). Saúde e Doença: um olhar antropológico. Rio de Janeiro: Editora da FIOCRUZ, 1994, p. 57-71.

MONTEIRO, Duglas Teixeira. Os errantes do novo século: um estudo sobre o surto milenarista do Contestado. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1974.

PIMENTA, Tânia Salgado. Terapeutas populares e instituições médicas na primeira metade do século XIX. In: CHALHOUB, Sidney et al. Artes e ofícios de curar no Brasil. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2003, p. 307-330.

PEREIRA DE QUEIRÓZ, Maria Isaura. O Messianismo – no Brasil e no mundo. São Paulo: Dominus Editora - Editora da Universidade de São Paulo, 1965.

QUEIROZ, Maurício Vinhas de. Messianismo e Conflito Social (A Guerra Sertaneja do Contestado: 1912-1916). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966.

SERPA, Élio Cantalício. A Guerra do Contestado (1912-1916). Florianópolis: Editora da UFSC, 1999.

SILVEIRA, Hemetério José Velloso da. As Missões Orientais e seus antigos domínios. Porto Alegre, ERUS, 1979 (1ª edição de 1909).

SOUZA, Fredericindo Marés de. O presidente Carlos Cavalcanti e a Revolta do Contestado. Estante Paranista 29, Curitiba: Lítero-Técnica, 1987 (BN, Setor Obras Gerais, I-75, 4.40).

THOMÉ, Nilson. Os iluminados: personagens e manifestações místicas e messiânicas no Contestado. Florianópolis: Insular, 1999.

VAUCHEZ, André. O Santo. In: LE GOFF, Jacques (Dir.). O Homem Medieval. Lisboa: Editorial Presença, 1990, p. 211-230.

VAUCHEZ, André. A espiritualidade na idade média ocidental: séculos VIII a XIII. Tradução Lucy Magalhães. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1995.

WITTER, Nikelen Acosta. Dizem que foi feitiço: as práticas de cura no sul do Brasil (1845 – 1880). Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2016v10n18p105

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem@uel.br
E-ISSN: 2237-9126