Festas e tradições bolivianas na metrópole: o caso das devoções marianas

Sidney Antonio Silva

Resumo


Este artigo objetiva analisar o processo de recriação cultural dos bolivianos em São Paulo, a partir de suas festas devotas à Virgem Maria, focando a questão da permanência e da mudança nesse processo e os significados que tais práticas adquirem num novo contexto, marcado, às vezes, pelo preconceito de ordem social e étnico-cultural.


Palavras-chave


Bolivianos; festas devocionais; preconceito.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Ubiratan S. Praça Kantuta: um pedacinho da Bolívia em São Paulo. São Paulo, Todas as Musas, 2012.

BARTH, F. Los Grupos étnicos e sus fronteras. México, Fondo de Cultura Económica, 1976.

CANDIA, Antônio P. De la Tradición Paceña. La Paz, Libreria Editorial Popular, Ediciones ISLA, 1982.

COELHO, T. O. Interpretando interação espacial: fixos e fluxos, prerigrinação, migração e ritual na folia de Reis. In Textos escolhidos de Cultura e Arte Populares, V.8, n.1, maio de 2011, p.179-192.

CORREA, Juliana. A G. A Arte de Festejar: da alternância da festa e de suas pressões materiais. In Textos escolhidos de Cultura e Arte Populares, v. 10, n.1, maio,2013, p.183-199.

DUVIGNAUD, Jean. Festas e Civilizações. Fortaleza, Ed. Universidade Federal do Ceará, Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1983.

FERRETTI, Sergio F. Repensando o Sincretismo. São Paulo, Edusp, São Luís, FAPEMA, 1995.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das Culturas. Rio de Janeiro, Zahar, 1978.

GLICK-SCHILLER, N. L.; BASCH, L. E BLAN-SZABTON, C. Towards a transnational perspective on migration. Nova York, New York Academy of Sciences, 1995

HARVEY, D. A Condição Pós-Moderna. São Paulo, Loyola, 1992.

LAUMONIER, Isabel. Festividade de Nossa Senhora de Copacabana. In Travessia, Revista do Migrante, São Paulo, CEM, anoIV, n.11, set/dez de 1991, p.27-36.

MAUSS, M. S. Sociologia e Antropologia. São Paulo, EPU-EDUSP, 1974, v. I e II.

MELLO MORAES FILHO, J. Alexandre. Festas e tradições populares do Brasil. Belo Horizonte, Ed. Itatiaia, 1979.

MONTES, Maria Lúcia. “Patrimônio intangível e manifestações religiosas na cultura popular’” In Cultura popular, patrimônio imaterial e cidades. BRAGA, Sergio I.G. (Org.) Manaus, Edua, 2007.

MOURA, M. M. “Devoções marianas na vila e na roça”. In Cadernos do CERU, série 2, São Paulo (8), 1997.

RIBEIRO, Darcy. Viva o Povo Brasileiro. A formação e o sentido do Brasil. São Paulo, Companhia das Letras, 1995.

SAYAD, A. A Imigração. São Paulo, Edusp, 1998.

SAHLINS, M. Ilhas de História. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1990.

..................... O “pessimismo sentimental” e a experiência etnográfica: por que a cultura não é um “objeto” em extinção. In Mana, 3, (1) 41-73; 3, (2) 103-150, 1997.

SANCHIS, P. Arraial: festa de um povo. As romarias portuguesas. Lisboa, Dom Quixote, 1983.

SILVA, Sidney A. “Bolivianos em São Paulo. Dinâmica cultural e processos identitários” In BAENINGER, R. (0rg) Imigração Boliviana no Brasil. Campinas, NEPO, 2012.

.............................. Bolivianos. A presença da cultura Andina. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 2005.

............................ VIRGEM/MÃE/TERRA. Festas e tradições bolivianas na metrópole. São Paulo, Hucitec/FAPESP, 2003.

...................... “Ser Pasante em São Paulo: prática ritual entre os imigrantes bolivianos.” In SCHARCZ, Lilia. K. M & GOMES, Nilma, L. (orgs). Antropologia e História: debate em região de fronteira. Belo Horizonte, Autêntica, 2000, p. 173-189.

........................ Costurando Sonhos. Trajetória de um grupo de imigrantes bolivianos em São Paulo. São Paulo, Ed. Paulinas, 1997.

TINHORÃO, J. R. As Festas no Brasil Colonial. São Paulo, Ed. 34, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2016v10n18p67

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem@uel.br
E-ISSN: 2237-9126