Do retrato ao signo: a imagem como parte constitutiva de uma crença

Luiz Silva

Resumo


Passado um século do início do Movimento do Contestado (1912-1916), maior conflito armado do século XX no Brasil, estátuas do monge João Maria foram colocadas em áreas públicas de cidades catarinenses. Em comum, elas apresentavam vários elementos iconográficos, o que nos levou a analisar a matriz iconográfica destas obras públicas bem como fazer alguns apontamentos acerca dos motivos da permanência e dos usos desta imagem primeira, no caso, uma fotografia supostamente elaborada no final do século XIX. Procuramos demonstrar que, após um século, a memória que se tem do antigo eremita é indissociável da imagem fotográfica que serviu de modelo para as recentes representações do monge.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2014v8n15p46

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126