Novo Realismo e Internacional Situacionista: um estudo do questionamento da imagem pictórica pelas neovanguardas francesas

Gabriel Ferreira Zacarias, Tiago Machado Jesus

Resumo


Em meados da década de 1950, o campo da arte conheceria um novo fenômeno com o surgimento daquilo que Peter Bürger batizou de grupos de “neovanguarda”. Segundo o autor, as neovanguardas recuperavam a luta das vanguardas históricas contra a obra de arte “orgânica” e a autonomia da “instituição arte”. Nosso objetivo é o de resgatar o sentido histórico de algumas destas experiências, principalmente na França com o Novo Realismo e a Internacional Situacionista. Trata-se, sobretudo, de salientar como estas experiências buscam atualizar o campo da visualidade contemporânea nas artes plásticas, recolocando em xeque a autonomia putativa do plano pictórico através do uso de elementos que passam a integrar a vida cotidiana no capitalismo avançado.


Palavras-chave


Neovanguarda; Novo Realismo; Internacional Situacionista

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2009v3n5p67

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem@uel.br
E-ISSN: 2237-9126