Imagens de Babel na Idade Média: entre a arquitetura real e o imaginário da arquitetura

Artur Simões Rozestraten

Resumo


No século XI artistas da Europa ocidental criaram as primeiras formas plásticas para representar Babel. Que formas plásticas foram usadas para compor este imaginário de Babel? Que
relações existiriam entre essas imagens de arquiteturas e a arquitetura real da época? Ao submergir em certos períodos da história da arte e aflorar em outros, as imagens de Babel
evidenciam a kunstwollen de certos grupos sociais, e materializam relações poéticas entre a arquitetura vivenciada e a arquitetura de fantasia. Este artigo estuda as imagens desta cidadetorre na arte européia medieval entre o século XI e XV, procurando aproximar-se dos contextos nos quais foram criadas, e das poéticas e visões de mundo que as originaram e que delas afloram continuamente.


Palavras-chave


iconografia da arquitetura; imaginário e arquitetura; representação da arquitetura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2009v3n5p33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem@uel.br
E-ISSN: 2237-9126