A masculinidade como uma categoria de análise para a pesquisa cemiterial: a nudez masculina na arte funerária paulista

Maristela Carneiro

Resumo


Discute-se a pertinência do uso do conceito de masculinidade como uma categoria de análise para a pesquisa cemiterial, tendo como horizonte orientador aspectos emergentes da investigação de doutoramento junto ao PPGH/UFG, sob a orientação da Profª Dra. Maria Elizia Borges. Investiga-se a nudez masculina na arte funerária paulista, no período da Primeira República, a partir do acervo do Cemitério da Consolação, em São Paulo/SP. A partir do inventário das ocorrências de imagens masculinas, parcial ou completamente despidas, vimos que estas se utilizam de representações que ora destacam a sensibilidade perante a morte, ora deixam em relevo a virilidade em associação ao mundo do trabalho; opções nem sempre em consonância com a moral burguesa e o ideal de masculinidade do período. A compreensão das diferentes representações de masculinidades faz-se necessária para a leitura dos diversos usos da nudez masculina no acervo artístico funerário em questão.


Palavras-chave


Masculinidade; Cemitério da Consolação; Arte Funerária

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2013v7n13p59

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem@uel.br
E-ISSN: 2237-9126