A morte no ciberespaço: um estudo etnográfico da comunidade do Orkut “Profiles de Gente Morta”

Michele Negrini

Resumo


Nas sociedades ocidentais atuais, a finitude humana é um tema interditado; retirado das discussões cotidianas. O ciberespaço é um “local alternativo” para que debates acerca do fim da vida possam ocorrer. Este artigo tem como objetivo refletir sobre o tratamento da morte na comunidade do Orkut “Profiles de Gente Morta”. Focamo-nos na realização de um estudo etnográfico na comunidade virtual. Observamos 23 tópicos postados nos dias 17, 18, 19 e 20 de julho de 2007, referentes a perfis de pessoas mortas em situações trágicas e inesperadas.

 

 


Palavras-chave


Etnografia. Morte. Ciberespaço. Redes Sociais Online.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2010v6n8p13



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

ISSN-Impresso: 1808-5652

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.