Uma análise discursiva sobre parcialidade, pluralidade de vozes e princípio do contraditório em uma agência estadual de notícias

Angela Maria Rubel Fanini, Murini Souza, Disonei dos Santos Pereira

Resumo


Esta pesquisa investigou como ocorre a construção de imagem na comunicação externa da Agência Estadual de Notícia (AEN) do governo do Estado do Paraná, com uma apreciação por meio da análise do discurso de Orlandi (1999), seguindo conceitos de Foucault (1971) e a crítica à postura da imprensa brasileira efetuada por Arbex Jr. (2003). O corpus selecionado constituiu-se de três reportagens da AEN publicadas no segundo semestre de 2011, e a metodologia, de natureza qualitativa e de estudo de caso, deu a conhecer o modo como os critérios jornalísticos são adaptados para influenciar o enquadramento no conceito de comunicação pública, o engajamento da população, a garantia do debate público.

Palavras-chave


Assessoria de Imprensa. Comunicação Pública.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2015v11n18p143



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.