Brasil entre as telas e as ruas:produção e consumo das narrativas jornalísticas audiovisuais sobre os protestos nacionais de junho de 2013

Beatriz Becker, Monica Machado

Resumo


Este artigo discute os desafios que as mediações culturais e tecnológicas impuseram ao jornalismo audiovisual na cobertura dos protestos de Junho de 2013, a partir da análise televisual das enunciações do Jornal Nacional e dos conteúdos e formatos digitais do Mídia Ninja. Assume-se que telespectadores e usuários tendem a romper os contratos de leitura da TV e a se inserir em outras telas, concretizando formas inovadoras de intervir na história contemporânea e esgarçando a tradicional relação entre produção e recepção massiva.

Palavras-chave


Telejornalismo. Narrativas jornalísticas audiovisuais. Manifestações de Junho. Jornal Nacional. Mídia Ninja.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2014v10n17p39



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.