A composição mítica do filme publicitário

Hertez Wendel de Camargo

Resumo


Considerando os enredamentos entre publicidade e os diversos textos da cultura, este artigo destaca como o mito e o filme publicitário possuem a mesma estrutura de criação. Sobre o mito, se fundam os multifacetados discursos midiáticos, suprindo a instintiva necessidade do homem por narrar e ouvir histórias do mundo, do outro e de si mesmo. Para tanto, o filme publicitário do perfume Ange ou Démon será analisado sob o ponto de vista de um binarismo arquetípico, estrutura presente nas composições mítica e publicitária.

Palavras-chave


Análise Publicitária. Mito. Semiótica cultural.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2012v8n12p101



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.