Portraits de Hiroshi Sugimoto: sobre realismo e retratos

Angela Prada de Almeida

Resumo


Este texto tem como objetivo discutir a materialização da
presença de personagens da realeza britânica do século XVI na série de fotografias Portraits de autoria do fotógrafo japonês Hiroshi Sugimoto. Considerações do próprio fotógrafo sobre as obras, paradigmas do discurso fotográfico e características da fotografia inter-relacionam-se com particularidades da cultura japonesa. Partese de uma tradição conceitual do discurso fotográfico, que permeia a representação de retratos estabelecida, sobretudo, a partir dos escritos de Roland Barthes. É justamente no retrato que se enxerga um dos maiores paradigmas da natureza realista da fotografia. O discurso do realismo parece extrapolar as fotografias de Sugimoto para também incluir gravuras e pinturas de tradição figurativa da realeza britânica. Na conclusão aponta-se que os retratos de Sugimoto estruturam-se enquanto um contraponto irônico à crença arraigada no realismo reprodutivo da imagem fotográfica.

Palavras-chave


Análise Fotográfica. Hiroshi Sugimoto - Fotógrafo. Realismo. Retrato.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2012v8n13p93



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.