Entre o ausente e o duplo corpo: apropriações mortuárias da fotografia na cultura religiosa japonesa

Richard Gonçalves André

Resumo


O presente artigo tem por objetivo analisar as apropriações da fotografia na cultura religiosa japonesa, tendo em vista a sua utilização nos butsudan – –, relicários domésticos de caráter budista voltados para a realização de trocas simbólicas com os ancestrais. Sugere-se que, como outros objetos inseridos no oratório, a imagem assume o papel de duplo corpo, evocando teoricamente a presença do espírito, devendo ser reverenciado materialmente por intermédio de oferendas, como água, saquê e arroz.


Palavras-chave


Etnografia. Cultura Japonesa. Ritos Mortuários. Butsudan.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2011v7n11p115



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.