A influência do mercosul no desenvolvimento da economia criativa no Brasil

Henrique Rodrigues Lelis, Pablo Henrique Hubner de Lanna Costa, Carla Ribeiro Volpini Silva

Resumo


A finalidade deste artigo é realizar uma análise sobre a importância do processo de integração regional do Mercosul para o desenvolvimento da Economia Criativa no Brasil. Para isto, o artigo apresenta o conceito de economia criativa, sua origem histórica e alguns fatos que evidenciam sua aplicabilidade, especialmente, o reconhecimento do tema como estratégico por diversos países e por organismos internacionais. Em seguida são estudados os impactos que a participação do Brasil junto ao bloco regional traz para o desenvolvimento do setor criativo brasileiro, especialmente no que concerne a falta de uma política econômica conduzida pelo Bloco regional. Conclui-se que, o atual estágio de desenvolvimento do Mercosul contribui para a economia criativa brasileira em alguns aspectos importantes, porém torna-se necessário um avanço e aprofundamento do sistema de integração para no mínimo, uma União Aduaneira completa, face às peculiaridades que o setor exige e a forte concorrência que ocorre com outros países cuja estratégia de ação no setor criativo já se encontra em estágios mais avançados. Em razão de seus objetivos, utilizou-se o método descritivo analítico como modalidade de raciocínio lógico e a pesquisa bibliográfica como técnica.


Palavras-chave


Economia Criativa; Mercosul; Direito da Integração regional; Desenvolvimento Social; Marco Regulatório.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1980-511X.2018v13n1p338

Direitos autorais 2018 Revista do Direito Público

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Rev. Dir. Publico

Londrina - PR

ISSN: 1980-511X

Email: rdpubuel@uel.br



 

 


Indexado: