O direito à inclusão digital: o papel da cidadania online em matéria ambiental para a construção de uma democracia direta

Marília Do Nascimento Pereira, Valéria Ribas Do Nascimento

Resumo


O presente estudo visa discutir acerca do papel da cidadania digital para a efetivação da dimensão jurídico-política da sustentabilidade, em especial, o resguardo do direito fundamental à democracia. Nesse cenário, pretende-se observar como a cidadania vem sendo influenciada pelas novas tecnologias, com vistas a reformular o papel do indivíduo na sociedade dando possibilidade de participação mais ativa em decisões governamentais no que tange ao impulsionamento de questões ambientais. Para tal, utiliza-se do método de abordagem hipotético –dedutivo, tentando verificar se o instrumento virtual tem feito avançar nos ideais democráticos de participação, através do exercício de uma cidadania participativa. Elencou-se também o método de procedimento monográfico analisando casos concretos de participação em matéria ambiental. Em sede de conclusão, pretende-se demonstrar como a cidadania digital pode ser manejo inovador em questões de sustentabilidade, revelando um novo paradigma para a democracia participativa.

Palavras-chave


Cidadania online. Questões ambientais. Democracia participativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1980-511X.2017v12n2p130

Direitos autorais 2017 Revista do Direito Público

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Rev. Dir. Publico

Londrina - PR

ISSN: 1980-511X

Email: rdpubuel@uel.br



 

 


Indexado: