O caso dos caiçaras da praia de trindade: aproximações honnethianas para uma perspectiva intercultural de direitos humanos, justiça social e cidadania

Andre Fonseca Ferraz, Ronaldo Joaquim da Silveira Lobão

Resumo


Objetivando caracterizar os Caiçaras da praia de Trindade e os processos de criação e gestão do PARNA da Bocáina; analisar, por aproximação crítica, pela teoria honnethiana, as reivindicações desses Caiçaras e; identificar os elementos possibilitadores de percepção intercultural e do reconhecimento das pretensões dessa comunidade; este estudo teórico, sustentou-se na técnica de análise do conteúdo proposicional dos discursos, em Bardin, para inferir das estruturas argumentativas o “universo de referência”, questões e ações dos atores sociais; e identificou as condições e elementos interculturais, para percepção das pretensões desses Caiçaras, em termos de direitos humanos, justiça social e cidadania.


Palavras-chave


Direitos Humanos Culturais; Comunidades Tradicionais; Caiçaras da praia de Trindade; Direitos Humanos; Justiça Social; Cidadania em sociedades multiculturais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1980-511X.2013v8n3p103

Direitos autorais



Rev. Dir. Publico

Londrina - PR

ISSN: 1980-511X

Email: rdpubuel@uel.br



 

 


Indexado: