Seguindo as pegadas dos ratos: imersão, aprendizados e travessias em busca da lenda de Hamelin (Alemanha)

Leandro Alves da Silva

Resumo


No artigo o autor apresenta sua pesquisa sobre os contos de fadas a partir de uma imersão estética, poética e investigativa na cidade de Hamelin (Alemanha), cenário da famosa lenda “O Flautista de Hamelim”. A partir dos aprendizados das andanças pela pequena cidade, o pesquisador funde-se à sua própria pesquisa sobre os contos de fadas universais, orientado pela melodia irresistível da curiosidade e das descobertas pessoais. Perscruta o sentido do “fatum” ou do destino nos contos universais e a partir da lenda de Hamelin, apresenta as principais características dos contos universais que sustentam o mistério de suas origens e a sua imortalidade, sempre se renovando e iluminando as inquietações da contemporaneidade. O autor ilustra o artigo com fotografias, diário de bordo, mapa e anotações – testemunhas destas andanças e de suas próprias inquietações e transformações e, por fim, revela os aprendizados desta sua condição de viajante-pesquisador. O sentido da viagem revela-se entre a partida e a chegada, muito mais nas indagações e nos encontros vividos do que nas respostas encontradas.


Palavras-chave


Relato de viagem. Diário de viagem. Contos de fadas. Contos universais. O flautista de Hamelin.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Boitatá
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428