O "entre-lugar" na produção cordelista de Gonçalo Ferreira da Silva

Bárbara Laís Falcão da Silva Cação

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar os folhetos de cordel O Bataclan Moderno, de Leandro Gomes de Barros e A incrível traição da mulher do Ricardão, de Gonçalo Ferreira da Silva, para discutir o processo de transformação da produção cordelista ao longo de 100 anos. Parece pertinente utilizar o conceito de “entre-lugar”, desenvolvido por Silviano Santiago no ensaio “O entre-lugar no discurso latino-americano”, para discorrer sobre o papel ocupado pela literatura de cordel na contemporaneidade e de que forma a cultura popular se apropriou de algumas temáticas e figuras pertencentes à cultura oficial para que assumisse uma nova posição e com isso, despertasse o interesse de um novo público, mais diversificado e distanciado daqueles ouvintes do cordel, que, durante a Primeira República, voltavam sua atenção para ouvir a voz ritmada do folheteiro na praça.


Palavras-chave


Entre-lugar. Leandro Gomes de Barros. Gonçalo Ferreira da Silva. Literatura de cordel

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428