Memória e narrativa oral: duas formas de mediar reflexões sobre práticas de milagre em/de São Benedito, Bragança Pará - Século XX

Yleana do Socorro dos Santos Lima

Resumo


O presente artigo visa destacar alguns focos de estudo como memória e narrativa oral no enriquecimento das discussões teóricas, metodológicas e historiográficas acerca das práticas de milagres alcançados graças ao culto a São Benedito (de acordo com a crença dos fiéis) em Bragança, no Pará. O objetivo deste trabalho é apresentar alguns relatos orais de devotos sobre milagres alcançados, a fim de mostrar a relação entre os depoentes, o tempo vivido no passado (segunda metade do século XX) e o presente. A pesquisa adota uma abordagem antropológica de cunho etnográfico, utilizando-se da história oral como método imprescindível para a construção de uma memória mais democrática do passado. Os resultados apontam que, no decorrer do tempo, os devotos entre a faixa etária de 50 a 80 anos revelam mudanças no que diz respeito à segurança, motivação, confiança, prestígio e outros.


Palavras-chave


Memória; Narrativa Oral; Milagre; Devotos; Promessas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428