Oralidade, poesia e performance em canções de rap como manifestação coletiva

Selma Regina Bonugli

Resumo


Este trabalho consiste em analisar a canção dos Racionais MC’s Negro Drama e comparar seu discurso ideológico, permeado por marcas orais e poéticas com a canção de outro MC, o Criolo, Não existe amor em SP, cuja linguagem estética revela a essência da alma humana. A temática de ambas as canções aborda a violência urbana de São Paulo e as grandes dificuldades e perigos vividos nas favelas das periferias. Na canção dos Racionais, a letra é intensa como a voz dos MC’s ao utilizarem o microfone como poder de denúncia e manifestação contra o Sistema. A música mixada, ao fundo, reflete a consciência do lugar ocupado pelos ouvintes. Em Criolo, o ritmo da música adquire múltiplas escolhas melódicas, incluindo instrumentos musicais. O MC expressa a solidão e o sentimento de desamparo dos paulistanos.


Palavras-chave


Rap; Manifestação; Poesia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428