Philadelpho Menezes: uma voz experimental dentro do polissistema literário

Vinícius Silva de Lima

Resumo


Este artigo busca apresentar o trabalho de pesquisa e produção de poesia sonora desenvolvidos por Philadelpho Menezes, no início dos anos 1990. Após a apresentação de alguns conceitos sobre poesia oral, vocalidade e poesia sonora, discutimos a produção poética de Menezes, incluído nos dois CDs produzidos e organizados por ele, e suas posições sobre o tema, presentes em vários artigos, principalmente no livro Poesia Sonora: Poéticas Experimentais da Voz (1992). Discutimos ainda o conceito de canonicidade desenvolvido por Even-Zohar e como a poesia sonora se configura dentro desse conceito, a partir dos diversos atritos que se submete com alguns segmentos canônicos do polissistema literário, entre eles a poesia verbal e visual.


Palavras-chave


Philadelpho Menezes. Poesia Sonora. Oralidade. Polissistema Literário

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428