Provérbios: "a voz do povo" e intertexto das literaturas africanas

Cristina Mielczarski dos Santos

Resumo


Este texto “Provérbios: ‘voz do povo’ e intertexto das Literaturas Africanas” tem como objetivo refletir sobre a importância da recuperação e preservação das formas proverbiais, no que diz respeito ao âmbito do cotidiano, assim como ao âmbito das Literaturas Africanas. Para tanto, obedece-se ao seguinte percurso: primeiramente, na introdução discute-se algumas definições a respeito dos provérbios. Dá-se continuidade abordando o emprego das formas no cotidiano social e político. A seguir, por intermédio de três escritores moçambicanos, a saber: Ungulani Ba Ka Khosa, Paulina Chiziane e Mia Couto, demonstra-se como os provérbios, representantes da oralidade e da tradição, permeiam as obras de forma metafórica e poética,evidenciando o intertexto.


Palavras-chave


Provérbios. Intertexto. Literaturas Africanas. Narrativa Moçambicana

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428