Permanência e ressonância de vozes em A chegada de Lampião no inferno

Marcos Paulo Torres Pereira

Resumo


Este estudo tem por objetivo, com base nos conceitos operacionais empregados por Paul Zumthor para a análise de produções literárias do medievo, debater como memória e identidade se cristalizam na ressonância e na permanência de vozes presentes no cordel A Chegada de Lampião no Inferno, de José Pacheco. Como ato poético, a obra emprega à sua tessitura um aspecto performático que corporifica a oralidade da qual é imanente como meio de expressão e de alteridade e como presença identitária e de mentalidade.


Palavras-chave


Mentalidade. Identidade. Oralidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428