As narrativas orais e a formação do leitor

Nilo Carlos Pereira de Souza

Resumo


Quem estuda a literatura oral no âmbito educacional lida diretamente com o processo de formação de leitor. No presente trabalho busco refletir sobre essa confluência, partindo de alguns questionamentos que envolvem o ato de narrar: qual a importância das narrativas orais para o homem? Como as narrativas orais contribuem na formação de um sujeito leitor? Em que implica a passagem da oralidade à escrita? As narrativas orais podem provocar mudanças significativas na concepção de leitor e de leitura que atualmente predomina nas escolas. É possível dizer que o processo de formação de leitor encontra-se comprometido quando se esquecem alguns princípios fundamentais que se encontram no ato de narrar. Há muitas coisas por trás de uma narração que se mantém fora dos pressupostos educacionais, pois se encontra no campo do mito e da performance. Se as narrativas orais permanecem circulando fora dos espaços escolares, é porque ainda exerce um papel fundamental na formação do indivíduo e para a sociedade – um potencial pouco aproveitado na educação escolar.


Palavras-chave


Narrativas Orais. Mito. Formação de Leitor

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428