Equilibristas, viajantes, princesas e poetas: performances orais e escritas de crianças narradoras

Luciana Hartmann

Resumo


Estudos em diferentes áreas vêm demonstrando a importância da produção narrativa na infância, tanto em termos do desenvolvimento cognitivo e de articulação da linguagem da criança, quanto na socialização e organização de suas experiências, reais e imaginadas. Neste artigo parto de narrativas registradas durante pesquisa etnográfica, realizada no ano de 2013 em três turmas de 5º ano do ensino fundamental de uma escola pública de Brasília-DF, para discutir as diferentes estratégias utilizadas pelos alunos para expressarem e compartilharem suas experiências através de performances orais e escritas.


Palavras-chave


Crianças narradoras. Narrativas orais. Infância. Performance narrativa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428