Erenkon, a literatura e os haicais

Devair Antônio Fiorotti, Jociane Gomes de Oliveira

Resumo


Este estudo, primeiramente, apresenta os erenkon, cantos dos índios macuxi e taurepang, de Roraima, Brasil, cantados por Manaaka e Yauyo, Terêncio Luiz Silva e Zenita de Lima, respectivamente. Ele, um índio macuxi; e ela, uma wapixana. Posteriormente, discute aspectos relativos ao reconhecimento desses cantos como literários, para, ao final, analisar e aproximar a poeticidade desses cantos com a estética dos haicais japoneses. A partir da concepção de uma frase geradora, que é desdobrada pelo canto, a tradução foi proposta. Com isso, estabelece-se forte densidade poética, como presente nos haicais, uma poética concentrada e vigorosa. Ainda, a aproximação feita entre os textos oriundos dos cantos indígenas e os haicais busca pôr em discussão as opções da crítica e teoria literária nacional que ignoram textos indígenas não coloquiais, artísticos. Este trabalho possui um objetivo maior que é contribuir na inserção das poéticas orais oriundas dos cantos indígenas no âmbito dos estudos literários brasileiros.


Palavras-chave


Erenkon; Literatura; Haicai; Macuxi; Taurepang.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR e SILVA, Vítor Manuel de. Teoria da Literatura. 18. ed. Coimbra: Almedina, 2007.

BADER, Wolfgang. Dos espaços da marginalidade alemã ao universo das culturas afroamericanas: vida e obra de Hubert Fichte. In: FICHTE, Hubert. Etnopoesia: Antropologia poética das religiões afro-americanas. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BARTH, Fredrik. O guru, o iniciador e outras variações antropológicas. Tradução de John Cunha Comerford. Rio de Janeiro: Contracapa, 2000.

BASTARDO, Felisa et all (Cantores). Cantos Warao. Caracas: Centro Nacional del Disco (El Pero y La Rana), 2013 [encarte].

CAMPOS, Haroldo de. A arte no horizonte do provável e outros ensaios. São Paulo: Perspectiva, 1969.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 6. ed. Belo Horizonte: Itatiaia Ltda, 2000.

CASCUDO, Luiz da Câmara. Literatura oral no Brasil. 3. ed. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da USP, 1984.

CESARINO, Pedro de Niemeyer. Oniska: a poética da morte e do mundo entre os Marubo da Amazônia ocidental. [Tese de doutorado em Antropologia Social] Rio de janeiro: UFRJ, 2008.

CHKLOVSKI, Victor. A arte como procedimento. In: TOLEDO, Dionísio de (Org.). Teoria da literatura: formalistas russos. Porto Alegre: Globo, 1973

CULLER, Jonathan. Teoria Literária: uma introdução. Tradução de Sandra Vasconcelos. São Paulo: Beca Produções Culturais Ltda., 1999.

EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. Tradução de Waltensir Dutra. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

FARAGE, Nádia. As flores da fala: práticas retóricas entre os wapishana. [Tese de doutorado em Estudos Comparados em Literaturas de Língua Portuguesa] São Paulo: USP, 1997.

FIOROTTI, Devair Antônio. Panton Pia’: narrativa oral indígena. [Projeto de pesquisa] Boa Vista: UERR, 2008. Financiado pelo CNPq.

FARAGE, Nádia. Panton Pia': diante da poeticidade dos erenkon ancestrais do circum-Roraima. In: FIOROTTI, Devair Antônio; SILVA, Terêncio Luis. Panton Pia': Erenkon ancentrais do circum-Roraima. Intérpretes: Manaaka e Yauyo. [Livro no prelo, Museu do Índio, RJ] 2016.

FIOROTTI, Devair Antônio; SILVA, Terêncio Luis. Panton Pia': Erenkon ancentrais do circum-Roraima. Intérpretes: Manaaka e Yauyo. [Livro no prelo, Museu do Índio, RJ] 2016.

FRANCHETTI, Paulo. Introdução. Elza Taeko (Org.) Haikai: antologia e história. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2012.

FREIRE, José Ribamar Bessa. Cinco ideias equivocadas sobre os índios. Disponível em: . Acesso em:: 12 dez. 2014.

GIROUX, Joan. The haiku form. Rutland and Tokyo: Charles E. Tuttle Company, 1974.

GOLDSTEIN, Norma. Versos, sons, ritmos. 13. ed. São Paulo: Ática, 2005.

HEURICH, Guilherme Orlandini. Palavras quebradas na poética araweté. 2016.

KEENE, Donald. La literatura japonesa. Ciudad de México: Fondo de Cultura Económica, s.d.

KOCH-GRÜNBERG, Theodor. Do Roraima ao Orinoco. v. 1 Tradução de Cristina AlbertsFranco. São Paulo: Editora UNESP, 2006.

LÉVI-STRAUSS, Claude. A outra face da lua: escritos sobre o Japão. Tradução de Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

LIENHARD, Martin. La percepción de las prácticas “textuales” amerindias: apuntes para un debate interdisciplinario.

PIZARRO, Ana (Org). América latina: palabra, literatura y cultura. Santiago do Chile: Ediciones Universidad Alberto Hurtado Alameda, 2013. [Versão digital]

LUCIANO, Gersem dos Santos. O índio brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade; LACED/Museu Nacional, 2006.

MEDEIROS, Sérgio (Org.) Makunaima e Jurupari: cosmogonias ameríndias. São Paulo: Perspectiva, 2002.

MOISÉS, Massaud. Dicionário de termos literários. São Paulo: Cultrix, 1974.

ORTIZ, Fernando. El contrapunteo cubano del azúcar y del tabaco. Cuba: Editorial de Ciencias Sociales, La Habana, 1983.

PAZ, Octavio. Signos em Rotação. Tradutor Sebastião Uchôa leite. São Paulo: Perspectiva, 1990.

PAZ, Octavio. El arco y la lira. México: Fondo de Cultura Econômica, 1990.

RISÉRIO, Antonio. Textos e tribos: poéticas extraocidentais nos trópicos brasileiros. Rio de Janeiro: Imago Ed., 1993.

ROTHENBERG, Jerome. Etnopoesia no milênio. Sergio Cohn (Org.). Tradução de Luci Collin. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2006.

SANTILLI, Paulo. Política e ritual: a faina missionária beneditina entre os Makuxi no Vale Rio Branco. Revista Patrimônio e Memória [on-line]. São Paulo, Unesp, v. 10, n. 2, p. 35-61, julhodezembro, 2014.

SILVA, Aracy Lopes da. GRUPIONI, Luís Donisete Benzi. Introdução: Educação e Diversidade. In: SILVA, Aracy Lopes da. GRUPIONI, Luís Donisete Benzi (Org). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995.

SODRÉ, Muniz. Apresentação. In: RISÉRIO, Antonio. Textos e tribos: poéticas extraocidentais nos trópicos brasileiros. Rio de Janeiro: Imago Ed., 1993.

YASUDA, Kenneth. Japanese Haiku: Its Essential Nature and History. Boston; Tokyo: Periplus Editions, 2001.

ZUMTHOR, Paul. Introdução à poesia oral. Tradução de Jerusa Pires Ferreira et al. Minas Gerais: Editora da UFMG, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428