Registros do capitão David: memória e performance na inscrição do Candombe da Lapinha

Ridalvo Felix de Araujo

Resumo


Os registros de Seu David, capitão do Candombe da Lapinha (MG), são palimpsestos tecidos pela grafia do performer de uma tradição transmitida pelas narrativas e cantos dançados.2 Neles o discurso memorialista evidencia-se nas narrativas como mais uma possibilidade de registro acerca dessa expressão afro-brasileira de matriz banto,3 bem como do seu surgimento na tradição do Rosário, em Minas Gerais, e formas de efetivação ritualística. Nesse ensaio, propomos uma análise da narrativa fundacional da tradição do Candombe e de alguns cantos que se intercalam nos manuscritos do capitão, considerando, para tanto, algumas reflexões teóricas, quais sejam: discurso memorialístico, história, narrador tradicional benjaminiano e poéticas orais. É importante destacar que essa articulação teórica faz-se, fundamentalmente, com base nos estudos de performance. Portanto, além da escrita, a mídia áudio visual é um artefato imprescindível para a apreciação da narrativa fundacional.


Palavras-chave


Narrativas orais/escritas. Candombe. Discurso memorialístico. Performance

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428