Passado, história e memória em movimento

Mara Regina Avila de Avila

Resumo


Este artigo apresenta a relação do passado na construção de uma identidade cultural na poesia angolana. O passado nas suas relações diretas com a memória e a história. Um passado interativo capaz de reinscrever um novo presente histórico e as relações entre história e memória tendo em conta na proposta de Jacques Le Goff “o tempo” como elemento de ligação. Nesse processo de “reconstrução” literária, a oralidade manifesta-se pelos processos subjetivos da memória, procurando tecer Angola aos passados não ditos, não representados dos discursos colonialistas, reescrevendo-a num novo presente histórico.


Palavras-chave


Literaturas de língua portuguesa; Poesia angolana; Oralidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428