Narrativa, tradição e experiência: análise de aspectos da literatura tradicional/oral/popular em a Viagem do Elefante, de José Saramago

Max Alexandre de Paula Gonçalves

Resumo


Este artigo possui o objetivo de analisar aspectos da literatura tradicional/oral/popular existentes no livro A viagem do elefante, de José Saramago. Pretendese investigar a representação de elementos da literatura tradicional e oral na cultura escrita à luz das teorias de Walter Benjamin sobre o narrador e a narrativa, presentes nos ensaios “O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov” e “Experiência e pobreza”. Ao ressignificar provérbios e metáforas – gêneros da literatura tradicional/oral/popular –, Saramago consegue transmitir saber e experiência na narrativa sobre a viagem do elefante Salomão. Além disso, é importante observar que essa sabedoria é emitida pela voz de personagens ex-cêntricas da História, tais como o cornaca indiano Subhro.


Palavras-chave


Literatura Oral; Narrativa; José Saramago; Cultura Escrita; Memória

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428