Teiniaguá e/ou as peripécias de um mito mouro na cultura oral gaúcha

Mauren Pavão Przybylski

Resumo


Segundo a lenda, Teiniaguá seria uma princesa moura trazida pelos árabes da Península Ibérica para a América do Sul e amaldiçoada pelo Diabo. Quando chegou a terras gaúchas, ela foi salva por um sacristão, a quem seduziu. Depois de uma noite de amor, ele foi condenado à morte pela Igreja, mas Teiniaguá aparece no momento em que ele está indo para o garrote e o salva, indo viver com ele no Cerro do Jarau durante 200 anos, até serem salvos por Blau Nunes. A partir da análise dessa representação feminina, o presente estudo pretende demonstrar como esses seres ficcionais tiveram influência na reputação da mulher e na constituição da identidade feminina.


Palavras-chave


Teiniaguá; Lendas; Representação feminina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Boitatá
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428