Prevalência de helmintos no município de Ibiporã, Paraná, no período de 2004 a 2006.

Andréia Cristina Vieira, Marla Karine Amarante

Resumo


As helmintíases intestinais têm elevados índices de prevalência, implicando em importante objeto de estudo, principalmente nos países em desenvolvimento. O objetivo deste trabalho foi conhecer a prevalência dos helmintos com maior índice de positividade em Ibiporã, Paraná, nos anos de 2004, 2005 e 2006, bem como a proporção de infecção em homens e mulheres e as faixas etárias mais atingidas. A pesquisa foi realizada por meio de coleta de dados junto a Secretaria Municipal de Saúde, órgão responsável pela coordenação das políticas de saúde do município. Os resultados mostraram que na somatória dos três anos, os helmintos mais prevalentes foram o Strongyloides stercoralis, Enterobius vermicularis e Ascaris lumbricoides, com índices de 38,5%, 21,6% e 12,8%, respectivamente, sendo que mais de 50% dos casos positivos foram diagnosticados em pacientes moradores dos bairros da cidade. A faixa etária predominante foi de 0 a 12 anos de idade, sendo que o Strongyloides stercoralis foi o helminto que esteve presente em todas as faixas etárias.

Palavras-chave


Ascaris lumbricoides; Enterobius vermicularis; Strongyloides stercoralis; prevalência

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Biosaúde
E-ISSN: 2525-555X
Email: biosaude@uel.br