Avaliação dos efeitos do extrato aquoso de Turnera diffusa na histologia testicular e ovariana e nos parâmetros reprodutivos de ratos Wistar.

Renata Torres Bueno, Amanda Cia Hetzl, Isabel Cristina Cherici Camargo, Juliano Souza Gracioso, Fernando Frei, Suzana de Fátima Paccola Mesquita

Resumo


Turnera diffusa é amplamente utilizada como afrodisíaco. O objetivo do estudo foi avaliar a estrutura tecidual de testículos e ovários de ratos e ratas da linhagem Wistar, assim como o desempenho reprodutivo de progenitores tratados com o fitoterápico. Machos e fêmeas foram tratados com o extrato aquoso de T. diffusa (10 mL/Kg de peso vivo) ou solução fisiológica (grupo controle), 2 vezes ao dia, durante 15 dias consecutivos. Não houve influência significativa do tratamento no peso corpóreo e peso dos órgãos reprodutivos masculino e feminino, com exceção do peso epididimário. O tratamento fitoterápico promoveu alterações na histologia ovariana, mas não no tecido testicular. As taxas de fertilidade e gestação foram semelhantes nos grupos controle e tratado. O tamanho da ninhada foi significativamente menor (p < 0,05) no grupo tratado com T. diffusa. Os resultados permitiram concluir que a fertilidade dos machos e fêmeas não foi afetada pelo tratamento fitoterápico, e os ovários responderam de forma diferente que os testículos à ação de T. diffusa.


Palavras-chave


Turnera diffusa; testículo; ovário; histologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Biosaúde
E-ISSN: 2525-555X
Email: biosaude@uel.br