Captura do escorpião Bothriurus bonariensis e determinação da fração proteica de seu veneno

Douglas Silva dos Santos, Evelise Leis Carvalho, Paola Bolzan Machado, Jeferson Camargo de Lima, Juliano Tomazzoni Boldo, Chariston André Dal Belo, Paulo Marcos Pinto

Resumo


Escorpiões são artrópodes pertencentes à classe Arachinida e ordem Scorpiones. O gênero Bothriurus é a mais especiosa da família Bothriuridae, com 41 espécies descritas e 10 espécies registradas no Brasil. Este trabalho teve como objetivo caracterizar a fração proteica do veneno do escorpião Bothriurus bonariensis em busca de componentes bioativos com interesse biológico e biotecnológico. Os escorpiões foram capturados por meio de armadilhas em São Gabriel, RS, Brasil. A extração de veneno foi realizada por estimulação elétrica de 35 V, diretamente do último segmento abdominal. Um extrato da amostra do veneno foi submetido à precipitação com ácido tricloroacético (TCA) 20% diluído em acetona. A análise SDS-PAGE foi realizada com amostras contendo 30 e 60 µg de proteínas. As amostras que não foram precipitadas com TCA, não mostraram bandas proteicas. Por outro lado, as amostras previamente tratadas com TCA mostraram sete bandas (de 25 KDa a 250 KDa) na análise SDS-PAGE.


Palavras-chave


Bothriurus bonariensis, proteômica, SDS-PAGE, proteínas do veneno

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2316-5200.2013v2n3espp86

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BBR - Biochemistry and Biotecnology Reports
Email: bbr@uel.br
E-ISSN:  2316-5200