Por tantos mares: trajetória de pesquisa e reflexões na rota da revolta da chibata

Álvaro Pereira do Nascimento

Resumo


O artigo descreve minha trajetória de pesquisa sobre a Revolta da Chibata na pós-graduação, arquivos e bibliotecas nos últimos quinze anos. Apresento meus primeiros objetivos, os problemas enfrentados e as mudanças nas rotas do trabalho. Explico a opção pelos referencias teóricos e metodológicos e como eles me ajudaram no trabalho. Termino discutindo a relação entre a Revolta da Chibata e o movimento dos marinheiros amotinados em 1964.


Palavras-chave


Revolta da Chibata; Historiografia; Racismo; Marinheiros.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2010v3n0p64



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS