A criação de um mito

Hélio Leoncio Martins

Resumo


Como e por que se cria um mito – a respeito de uma pessoa, de um fato ou de uma circunstância – que fica na História como verdade. No Brasil está sendo criado o mito de um herói, João Cândido, humilde marinheiro que enfrentou o governo, levando a que fosse abolido o uso da chibata, castigo que costumava ser aplicado na Marinha. Como nasceu e evoluiu a Revolta de 1910, da qual é ele considerado o chefe, e seu papel na mesma. A Marinha que a seguiu, chamada “da anistia”, com os navios desarmados, mas perigosa porque dominada pelos elementos radicais A segunda revolta. A atuação de João Cândido. A sua figura e a imprensa. Os castigos. O mito. A impropriedade de, na História, transferir-se de um século atrás para a atualidade.


Palavras-chave


Mito; Revolta; Chibata; Marinheiro; Anistia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2010v3n0p52



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS