Aspectos internacionais da Revolta da Chibata

Joseph L. Love

Resumo


Este artigo trata de quatro diferentes dimensões internacionais da Revolta da Chibata: 1) A viagem do encouraçado São Paulo a Lisboa – que trazia a bordo o presidente Hermes da Fonseca - durante a qual a monarquia portuguesa foi destituída, constituindo um modelo para os marinheiros brasileiros; 2) A recepção a a interpretação da revolta pela imprensa francesa, britânica e americana, que rapidamente apontaram a tortura como questão principal; 3) Os aspectos ideológicos da revolta, que estão relacionados aos direitos do cidadão sob a Constituição de 1891; e 4) As observações exteriores relativas às condições de trabalho do Batalhão Naval antes da segunda rebelião de dezembro, bem como a revelação externa do massacre ocorrido após esse segundo levante.


Palavras-chave


Revolta da chibata; Revolta dos marinheiros; Revolta naval de 1910.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2010v3n0p39



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA