O trote no Colégio Naval: uma visão antropológica

Celso Castro

Resumo


Este artigo, originalmente escrito em 1985, foi acrescentado de um prefácio e um posfácio. Ele apresenta uma pesquisa sobre o trote no Colégio Naval que teve como evento-chave um drama social (nos termos de Victor Turner): a expulsão de vários veteranos após terem sido denunciados por um calouro. Os dados empíricos provêm de um conjunto de entrevistas com cinco antigos alunos da mesma turma. A hipótese principal é de que o trote é um rito de passagem que focaliza o aprendizado da hierarquia para a vida militar.


Palavras-chave


militares; hierarquia; trote; Colégio Naval; Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2009v2n4p569



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS