A banda desenhada histórica como um recurso pedagógico no ensino da História

Tiago Cardoso, Glória Santos Solé

Resumo


Neste trabalho apresentamos um estudo desenvolvido com alunos do 4.º ano de escolaridade (9-10 anos) de uma escola urbana do Norte de Portugal, em que se procurou que os alunos desenvolvessem aprendizagens significativas em História, numa perspetiva construtivista, através do modelo de aula-oficina, com recurso à exploração de Bandas Desenhadas Históricas (BDs) com perspetivas diferentes, relacionadas com a temática da “Expansão Marítima Portuguesa- a chegada ao Brasil”. A partir deste modelo pedagógica, pretendeu-se dar resposta às questões de investigação: “Que conhecimento histórico os alunos extraem de uma Banda Desenhada?” e “Que conhecimento histórico os alunos aplicam na construção de uma Banda Desenhada?”. A análise dos dados recolhidos permitiu-nos concluir que a utilização de Banda Desenhada Histórica contribuiu para o desenvolvimento da compreensão histórica nos alunos e promoveu o desenvolvimento de várias competências específicas em História, como a leitura e interpretação de fontes diversas e com mensagens divergentes, bem como competências transversais, ao nível da comunicação (área do Português e das Expressões)

Palavras-chave


Histórias em quadradinhos; Recurso pedagógico; Educação histórica; Multiperspetividade

Texto completo:

PDF

Referências


BARCA, Isabel. Para uma educação histórica de qualidade. In: JORNADAS INTERNACIONAIS DE EDUCAÇÃO HISTÓRICA, 4., 2004, Braga. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2004. p. 131-144.

BARCA, Isabel; GAGO, Marília. Usos da narrativa em História. In: ENCONTRO SOBRE NARRATIVAS HISTÓRICAS E FICCIONAIS, 1., 2004, Braga. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2004. p. 29-40.

BONIFÁCIO, Selma. Histórias e(m) quadradinhos: análise sobre a História ensinada na arte sequencial. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.

CHAPMAN, Artur. Interpretações históricas. In: CHAPMAN, Artur. Desenvolvendo o pensamento histórico. Curitiba: W. A. Editores, 2018. p. 109-127.

CORBIN, Juliet; STRAUSS, Anselm. Basics of qualitative research: techniques and procedures for developing grounded theory. Thousand Oaks: Sage, 2008.

COUTINHO, Clara et al. Investigação-acção: metodologia preferencial nas práticas educativas. Revista Psicologia, Educação e Cultura, Vila Nova de Gaia, v. 13, n. 2, p. 355-379, 2009.

ERICKSON, Frederick. Qualitative methods in research on teaching. In: WITTROCK, Merlin Carl (ed.). Handbook of research on teaching. 3rd ed. New York: MacMillan, 1986. p. 119-161.

FERTUZINHOS, Carlos. A aprendizagem da História no 1º ciclo do ensino básico e o uso do texto prosa e da banda desenhada: um estudo com os alunos do 4º ano de escolaridade. 2004. Dissertação (Mestrado em Supervisão Pedagógica de História e Ciências Socias) - Universidade do Minho, Braga, 2004.

FOSNOT, Catherine. Construtivismo e educação: teoria, perspectivas e práticas. Lisboa: Piaget Editora, 1996.

FRONZA, Marcelo. A intersubjetividade e a verdade na aprendizagem histórica de jovens estudantes a partir das histórias em quadrinhos. 2012. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2012.

FRONZA, Marcelo. O significado das histórias aos quadradinhos na educação histórica dos jovens que estudam no ensino médio. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.

GAGO, Marília. Concepções dos alunos acerca da variância da narrativa histórica: um estudo com alunos em anos iniciais do 2º e 3º ciclos do ensino básico. 2001. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Minho, Braga, 2001.

GONÇALVES, Armanda. A leitura e interpretação da banda desenhada histórica e os desenhos na expressão dos conhecimentos geográficos. Relatório de Estágio. Braga: Universidade do Minho, 2013.

LAMEIRAS, João; BOLÉO, João; SANTOS, João. Uma revolução desenhada: o 25 de abril e a BD. Santa Maria da Feira: Edições Afrontamentos, 1999.

LEE, Peter. Progressão da compreensão dos alunos em História. In: JORNADAS INTERNACIONAIS EM EDUCAÇÃO HISTÓRICA, 1., 2001, Braga. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2001. p. 13-23.

MOTA, Ana. A banda desenhada como representação gráfica-verbal na aprendizagem de História e Geografia. Relatório de Estágio. Braga: Universidade do Minho, 2012.

OLIVEIRA, Cláudia Cavalcante Cedraz Caribé de; SOUZA, José Antônio Correia de. Arte am quadrinhos: a perspectiva do ensino de histórias em quadrinhos na aula de arte. 2013. Monografia (Licenciatura em Artes Visuais) - Universidade do Estado da Bahia, Salvador, 2013.

PEREIRA, Mariana. A banda desenhada como recurso didático para desenvolver a compreensão leitora e a expressão escrita, na aula de língua. Relatório de Estágio. Braga: Universidade do Minho, 2013.

REGO, João. Çufo ou A Aventura de um Nome. In: ENCONTRO SOBRE NARRATIVAS HISTÓRICAS E FICCIONAIS, 1., 2004, Braga. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2004. p. 41-57.

REIS, António do Carmo; GARCÊS, José. A grande aventura: por mares nunca dantes navegados. Porto: Edições ASA, 1992.

SANTOS, Roberto; VERGUEIRO, Waldomiro. Histórias em quadrinhos no processo de aprendizado: da teoria à prática. Eccos, São Paulo, v. 27, p. 81-95, 2012.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora; MARTINS, Estevão (org.). Jorn Rüsen: contribuições para uma teoria da didática da História. Curitiba: W. A. Editores, 2016.

SIMÕES, Henrique; GONZAGA, Reinaldo. O achamento do Brasil: a carta de Pero Vaz de Caminha a El-Rei D. Manuel. Ilhéus: Editus, 2000.

SOLÉ, Glória. A banda desenhada histórica como recurso didático-pedagógico para a construção de conhecimento histórico dos alunos no 1º CEB. In: AZEVEDO, Fernando; BALÇA, Ângela; SILVA, Sara (coord.). Globalização na literatura infantil: vozes, rostos e imagens. Raleigh: Lulu Entreprises, 2011. p. 357-390.

SOLÉ, Glória. A História no 1º ciclo do ensino básico: a concepção do tempo e compreensão histórica das crianças e os contextos para o seu desenvolvimento. 2009. Tese (Doutorado em Estudos da Criança) - Universidade do Minho, Braga, 2009.

SOLÉ, Glória. A primeira república na literatura infanto-juvenil: a ficção histórica na construção do pensamento histórico. In: ENCONTRO NACIONAL DE INVESTIGAÇÃO EM LEITURA, LITERATURA INFANTIL E ILUSTRAÇÃO, 9., 2013, Braga. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2013. p. 364-388.

VERGUEIRO, Waldomiro; PIGOZZI, Douglas. Histórias em quadrinhos como suporte pedagógico: o caso Watchmen. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 18, n. 1, p. 43-63, 2013. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/69247/71708. Acesso em: 15 jan. 2015.

ZINK, Rui. Banda desenhada portuguesa contemporânea. 1997. Tese (Doutorado em Estudos Portugueses) - Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1997.

ZINK, Rui. Literatura gráfica? Banda desenhada portuguesa contemporânea. Oeiras: Celta Editora, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2018v11n22p635

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA