Federalização da Universidade do Paraná: a voz dissonante de Plínio Tourinho

Névio de Campos, Eliezer Felix de Souza

Resumo


Este artigo trata do problema da federalização do ensino superior no Paraná, privilegiando um olhar sobre a posição de Plínio Tourinho que fez defesa do ensino superior livre em 1950, durante o processo de federalização da Universidade do Paraná. Assim, reconstitui a narrativa dessa personagem que posicionou-se contrariamente à federalização do ensino superior, apoiando-se na entrevista concedida por ele ao inquérito sobre a federalização e na produção acadêmica que aborda os debates e as políticas do ensino superior no Brasil. Esta análise evidencia que Plínio Tourinho contrapôs-se à federalização da Universidade do Paraná, sem deixar de defender a manutenção e ampliação da subvenção estatal, caracterizando uma visão de ensino particular com forte reverberação na história da educação brasileira.


Palavras-chave


Ensino Superior; Universidade do Paraná; Liberdade de Ensino; Plínio Tourinho.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2018v11n22p687

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS