A problematização dos saberes de gênero no ambiente escolar: uma proposta de intervenção à formação docente

Fabiane Freire França, Geiva Carolina Calsa

Resumo


O objetivo deste estudo consiste em investigar as representações sociais de gênero de professores e professoras que atuam em 5ª e 6ª séries de uma escola pública da cidade de Sarandi/PR. Em razão da importância política e social da discussão sobre gênero, foram levantadas as seguintes problematizações: Quais as representações sociais de professores e professoras a respeito de gênero? Esse conceito pode ser repensado por meio de uma intervenção pedagógica? Para tanto, realizamos entrevistas com os/as docentes e um processo de intervenção pedagógica com discussões em grupo com o intuito de repensar o gênero em um contexto sócio-histórico que produz relações de poder. Tomou-se como fonte de dados as verbalizações dos professores e das professoras antes, durante e depois do processo de intervenção pedagógica. Os resultados deste artigo apontaram um movimento de opiniões e definições do conceito de gênero apresentado pelos/as professores/as após o processo de intervenção pedagógica diferente de sua postura inicial. Esse movimento evidenciou uma abertura maior à compreensão do conceito de gênero contrário às representações iniciais dos sujeitos. Consideramos que tais resultados revelam a necessidade de maiores discussões sobre o gênero no ambiente escolar.


Palavras-chave


Educação; Gênero; Formação docente; Intervenção pedagógica; Formação de conceitos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2011v4n7p203



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br