O historiador, o ensino de História e seu tempo (Notas sobre a problemática da Ditadura no Brasil – 1964/1985)

Marcos Silva

Resumo


Este artigo reflete sobre relações entre historiadores e seu tempo. O texto analisa essas relações como tema (historiadores estudam temas contemporâneos deles) e como referência indireta (historiadores estudam diferentes períodos e usam recursos técnicos e teóricos de sua contemporaneidade). O trabalho discute ainda a importância do Ensino para esses estudos. A experiência da ditadura no Brasil (1964/1984) e os esforços democráticos do país (de 1985 aos nossos dias) são os principais processos históricos evocados na discussão.


Palavras-chave


Historiador; Ensino de História; Contemporaneidade; Ditadura (1964/1984); Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2009v2n3p23



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS