As batalhas de Uccello: o olhar do tempo e da história

Maria Eurydice de Barros Ribeiro

Resumo


A partir do século XII, o crescimento comercial cada vez mais importante das cidades italianas, favoreceu a ascensão de um grupo social poderoso. A riqueza deste grupo estava baseada também, no capital financeiro. Nos séculos seguintes, Florença se tornou um centro urbano importante e com crescimento populacional ascendente. O domínio político pertencia as grandes famílias, dentre as quais, se distinguiam os Médicis, cujo mecenato assegurou o desenvolvimento artístico e cultural da cidade. Tal cenário permitiu um movimento artístico sem precedente e fez de Florença um centro de reunião de pintores, escultores e arquitetos. A arte antes, confinada nas igrejas passou a conquistar os espaços públicos e privados como os suntuosos palácios das famílias importantes. Buscou-se dentro deste contexto, estudar a Batalha de São Romano, tríptico pintado por Paolo di Dono, dito Ucello. Após uma sequência de proprietários difícil de ser determinada, os painéis acabaram por fazer parte do patrimônio de Lorenzo Médicis. O Tríptico atualmente, desmembrado se encontra em três diferentes museus da Europa. Procurou-se investigar o conteúdo artístico e cultural dos três painéis, e acompanhar o olhar da História e dos diferentes espectadores.

Palavras-chave


Uceello; São Romano; Médicis; Florença; Quatrocentos

Texto completo:

PDF

Referências


ARGAN, G. C. História da arte italiana. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

ARGAN, G. C.; FAGIOLO, M. Guia de história da arte. Lisboa: Estampa, 1977.

BAXANDALL, M. O olhar renascente. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

BLOEDÉ, J. Paolo Uccello et la réprésentation du mouvement. Paris: Enba Éditions, 2005.

DIDI-HUBERMAN, G. Devant le temps. Paris: Les Éditions de Minuit, 2000.

DIDI-HUBERMAN, G. L’image survivante. Paris: Les Éditions de Minuit, 2002.

FOSSI, G. Galeria de los Uffizi. Florença: Firenze Musei, 2007.

GILLI, P. Cidades e sociedades urbanas na Itália Medieval. São Paulo: Unicamp, 2011.

GOMBRICH, E. H. A história da arte. 16. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

HUIZINGA, Johan. O Declínio da Idade Média. Lisboa: Ed. Ulisseia, 1924.

KRÚGER, Klaus; SCHMITT, J. C, Der blick auf die bilder. German: Wallstein, 1997.

LANGMUIR, E. National gallery, lidie échassériaud. Paris: Flammarion, 1996.

SCHAPIRO, M. Les mots et les images. Paris: Macula, 2000.

WIRTH, J. L’image médiévale. Paris: Méridiens Klinckieck, 1989.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2016v9n17p55

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA