As sociedades indígenas, a história e a escola

Maria Cristina Bohn Martins

Resumo


O artigo analisa as relações que se estabelecem, no Brasil, entre a pesquisa e o ensino de temas relativos às sociedades indígenas. Para isto reflete sobre o eurocentrismo presente nas concepções da historiografia tradicional, e sobre as críticas que lhes são feitas atualmente. Por fim, avalia a repercussão da moderna agenda de pesquisa sobre este tema nas práticas escolares.

 


Palavras-chave


Nova História Indígena; Pesquisa; Ensino; Escola; Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2009v2n3p153



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

CNPQ PPG-HS DORA OJS